Mitos e verdades sobre a individualização de água e gás


Nos últimos anos muitos condomínios vêm adotando a individualização de água e gás, e graças a isto surgiram alguns mitos a respeito desse sistema, algo que pode deixar muitos síndicos e condôminos com dúvida na hora de implantar esse formato de cobrança em suas moradias.

E pensando nisso, trazemos hoje um texto sobre os mitos e verdades que circulam esse assunto tão pouco esclarecido.

Continue lendo para sanar suas possíveis dúvidas.

Mitos e verdades

 

“Se a cobrança das contas for individualizada eu pagarei mais caro”

Mito

Em condomínios que possuem a individualização, cada morador paga apenas pela quantidade consumida de água e gás, ou seja, se você não é uma pessoa que desperdiça muito o valor pago nas contas tende a cair.

Algo que pode ter espalhado esse mito é o fato de algumas pessoas gastarem muita água, e no fim do mês reclamar com os outros sobre o alto valor que estão pagando nas contas.

 

“Os novos condomínios serão obrigados a ter cobrança de água individualizada”

Verdade

Em 2016 o presidente em exercício, Michel Temer, sancionou uma lei que obriga todos os condomínios entregues a partir de 2021 a adotarem o modelo de cobrança individual na conta de água, mas os condomínios que forem construídos antes dessa data não precisam adotar esse sistema.

 

“A individualização torna os moradores mais conscientes do seu desperdício”

Verdade

Como já foi dito no texto, os moradores só pagam pela quantidade de água e gás consumida, ou seja, as pessoas estão muito mais conscientes de seus gastos em condomínios com contas individuais, pois quem desperdiça paga caro, e quem economiza é recompensado com dinheiro sobrando no fim do mês.

Empresas especializadas em serviço de individualização estimam uma redução de 40% no consumo após a individualização

 

“É necessário obras muito demoradas para aderir esse sistema”

Mito

Esse é outro mito que faz muitas pessoas ficarem receosas em aderir a cobrança individual em seus condomínios. O tempo total das obras varia de acordo com inúmeros fatores, como a infraestrutura do prédio, quantos apartamentos ele tem, entre outros. Mas de acordo com especialistas, em alguns casos é preciso apenas 20 minutos para instalar o sistema em um apartamento!

O ideal é entrar em contato com uma empresa especializada para receber um orçamento e prazo personalizados para seu condomínio.

 

“Prédios com cobrança de gás individual podem têm mais riscos de sofrer com vazamentos”

Mito!

Quem fala isso está muito errado, pois acontece justamente o contrário:  Quando a cobrança de gás é individualizada fica muito mais fácil e simples achar vazamentos e tratar do problema, pois não é necessário desligar a as tubulações de gás do prédio inteiro, e sim somente do apartamento que está com o vazamento.

 

“É preciso realizar uma votação no condomínio para implantar esse modelo de cobrança”

Verdade

Como a individualização é um sistema que vai impactar (positivamente) a vida todos os moradores e sua instalação é feita em todas as moradias do condomínio, é preciso que haja uma votação e pelo menos uma maioria simples* concorde que a implantação da cobrança individual.

*Isso significa que pelo menos 51% dos moradores aprove a instalação.

 

“Custa muito caro aderir a individualização”

Mito

Esse é um mito que deixa muitos síndicos com o pé atrás sobre individualizar as contas. Porém, não é necessário ficar muito preocupado com a questão do preço, pois existem várias opções de individualização no mercado, sendo possível escolher uma que caiba no orçamento de todos.

Algumas empresas do ramo dizem que, dependendo do tamanho do condomínio e da opção escolhida, o investimento é pago em dois ou três meses.

 

“As reuniões no condomínio tendem a ser mais tranquilas depois da individualização“

Verdade

Muitos podem não acreditar, mas ainda existem muitas discussões nas reuniões de condomínio sobre o valor das contas. Muitos moradores que economizam água e gás ficam indignados com o valor cobrado sobre eles — e com razão.

Boa parte desse atrito pode ser evitada com o modelo de cobrança individualizado, pois assim o morador pagará apenas pelo que consumiu, tirando as chances dele reclamar —caso esse morador fique insatisfeito com o valor de sua conta, basta economizar mais no próximo mês.

 

Conclusão

Existem vários mitos a respeito da individualização que podem fazer as pessoas enxergarem ela com maus olhos, e esse texto trouxe um compilado geral com os mitos e verdades mais importantes sobre esse sistema de cobrança.

E caso você ainda tenha alguma dúvida sobre esse assunto não fique com a pulga atrás da orelha, entre em contato conosco, pois temos profissionais experientes no assunto, totalmente capazes de responder sua pergunta.